domingo, maio 23, 2010

O despertar de Eva




Ao acordar,
mordi, faminta, a maçã do seu rosto.
E não satisfeita, comi seu pomo de Adão.


Goimar Dantas
São Paulo, 02-05-2010

3 comentários:

Anônimo disse...

A Permuta dos Santos

Sobre um texto do Câmara Cascudo que trata de um rito de fé e zanga dos sertanejos

http://letras.terra.com.br/chico-buarque/85825/

poesia potiguar disse...

Oi, Anônimo!

Adorei tanto a permuta quanto a coincidência. É que estou lendo (dentre outros), o livro Belle époque na esquina, do Tarcísio Gurgel. E neste livro estou, justamente, no capítulo que trata sobre Câmara Cascudo e o seu famoso "Principado do Tirol" - uma espécie de filial de Paris que ele criou, pasme, dentro de uma chácara, onde ele morava com a família, no bairro do Tirol, na Natal absolutamente provinciana do início do século XX. Qaunto mais leio mais me dou conta de que Cascudinho, como diria Mario de Andrade, era realmente uma figura!

Obrigada!

Evandro Lima disse...

um texto com dezenas de palavras ou uma dúzia de palavras... o ponto está no receptor, se acertar o alvo tudo fica lindo.