terça-feira, abril 26, 2011

Tecendo girassóis



A professora e contadora de histórias pernambucana Renata de Holanda publicou ontem a primeira parte da entrevista que fez comigo para o seu blog Tecer Girassóis, que é um espaço para a divulgação de autores, livros, editoras, histórias e demais assuntos relacionados à literatura. A segunda parte do bate-papo será divulgada hoje, a qualquer momento. Convido a todos para tecer girassóis junto comigo! E a Renata ainda promete uma surpresa para quem postar um comentário lá na entrevista!! Como diria o Chico: "O que será que será/ que andam sussurrando em versos e trovas?" Para acessar o blog e ler a primeira parte da entrevista, já disponível, é só clicar aqui.

Nessa primeira parte do papo, falei sobre influências literárias e processo criativo. Na segunda metade da conversa, discorri sobre a importância das ilustrações nos livros infantis, conto como surgiu meu livro Quem tem medo de papangu?, falo sobre preferências literárias, meus novos projetos de trabalho e ainda me atrevo(!) a dar dicas para quem deseja escrever profissionalmente.

Renata é um graça de menina, muito empenhada em fazer dos livros um instrumento de trabalho e de prazer não só para a sua vida, mas para o máximo de pessoas possível. É uma andorinha fazendo um verão eterno e repleto de girassóis. Adorei cruzar com ela nessa vereda virtual e espero conhecê-la pessoalmente quando voltar a visitar Recife :)

9 comentários:

Renata Holanda disse...

Nem sei como descrever o carinho expressado por mim e o Tecer no seu blog. Eu e o tecer somos um só. Depois que descobri a vida de contadora,e alguns rascunhos guardados, que desejo publicar, sou uma nova pessoa, me vi transformar.
Agradeço o seu carinho atenção.
Flores que ofertas na palma da mão.
Bjs
Renata
TecerGirassois

Renata Holanda disse...

O carinho, afeto construido tecido nas folias do papangu. Agradeço o afeto em mãos, palavras compartilhadas de coração.É um dom sem igual, escrever, contar histórias, valor sensacional. Eu quero sempre tecer palavras de encanto e de bel prazer. Assim, sempre ofertar a gentileza do doar. Soprar.. histórias.
Bjs
Renata
TecerGirassóis.

poesia potiguar disse...

Ôooo, menina contadora de histórias... Sou eu quem tem de agradecer pelo espaço, pela coração, pela acolhida, pelas flores tecidas em parceria e alegria.

Um beijo grande pra você!

Ana M M Pereira disse...

A querida Renata Holanda sabe, como poucos, tecer nossas alegrias literárias... E tece com as cores iluminadas dos girassóis e do Astro Rei Sol na magia das histórias contadas com dedicação e amor e nos presentes que nos oferece no blog.

Goimar, parabéns! Sua entrevista no TecerGirassóis é apaixonante. Copiando "... minhas preferências literárias são uma descoberta ininterrupta..." Assim seja!
Beijão carinhoso.

poesia potiguar disse...

Ana,

"apaixonante" é o seu comentário, que encheu meu coração de festa nessa noite!!! Fico muito feliz por você ter gostado da entrevista!

Um beijo grande!

Carla disse...

Adorei os blogs das duas e estou ansiosa para ler Que tem medo de papangu. Bjos!

poesia potiguar disse...

Carla!!

seja bem-vinda aqui no meu cantinho!
Volte sempre!

Beijos!

Drisph disse...

A DIFERENÇA ENTRE UM POETA E UM LOUCO É QUE O POETA
SABE QUE É LOUCO... PORQUE A POESIA É UMA LOUCURA LÚCIDA (MARIO QUINTANA)
OLÁ QUERIDA, PASSEI PARA CONVIDÁ-LA A TOMAR UM CHÁ COMIGO EM MEU BLOG, CONVERSANDO UM BOM PAPO E LENDO UM BOM LIVRO. CARO AMIGA, ESTAMOS JUNTAS NA CAMINHADA; SEI, CERTAMENTE, QUE SE NÃO FOSSE PELAS MÃOS DADAS, NAO CHEGARIA A LUGAR ALGUM, E VEJO AQUI, EM SUA PÁGINA, A ARTE DE QUEM, COMO EU, É APAIXONADA PELA MAGIA DA ESCRITA... ESTOU SEGUINDO-A, PARTICIPE DA PROMOÇÃO EM MEU BLOG, SEGUINDO-ME, CONCORRENDO AO MEU LIVRO, 0 SEGREDO DE EVA, SORTEIO DIA 10/06. UMA BOA SEMANA PARA TI, MEU QUERIDA, E MUITAS REALIZAÇÕES, UM BEIJO NA ALMA.
ADRIANA.

poesia potiguar disse...

Oi, Drisph!

Que linda sua mensagem! Vou visitá-la, claro! E faço questão de fazê-lo enquanto tomo um chá bem quente, de morango (meu preferido). É o que me salva nesse frio invernal do outono paulistano.

Um beijão pra você e até já!