sexta-feira, janeiro 12, 2007

Nego Dé



(Para minha filha Tailane Morena, baiana nascida em Ilhéus)

E lá vinha Nego Dé.
Deus de ébano.
Riso de marfim.
Filho de Oxóssi.
Dono de ginga sem fim...
Corpo que é quase um rito.
Bailarino do infinito.
Jogador de capoeira.
Quando dançava descalço,
na dureza do asfalto
e parecia voar...
Tudo o mais se aquietava.
Tristeza se dissipava.
Espetáculo sem par!
Restava os olhos vidrados
da multidão encantada.
Das gentes de todo o mundo
que vinham pra admirar,
O místico Nego Dé...
Pássaro preto e alado.
Espécie rara de homem
Doutor na arte de amar...
Serpenteando no sol,
suava cegando a gente e
num brilho quase indecente
saltava pra acompanhar
a batida do atabaque.
África em pleno ar!
Mágico Nego Dé...
Metafísica e verdade.
Experiência divina.
Espécie nova de fé.
Êxtase mais que sagrado.
Profano pastor baiano.
Redenção dos meus pecados.
Entrego minh’alma a Dé...
Nessa aliança de versos,
palavras eternizadas.
Amor que une a poesia,
à dança de todo o dia,
no compasso da Bahia –
regência do velho Bonfim...
Lá onde impera a arte.
Mares que não se acabam,
palco de todos os Santos.
Magia a não ter mais fim...
Templo de Nego Dé.
Imagem que mora em mim.

Goimar Dantas
Santa Rita do Sapucaí,
Sul de Minas Gerais
Em 25/12/2006,
às 13h37.

3 comentários:

Prof. Leo Ricino disse...

Um poema desses só podia ter sido gerado no próprio dia de Natal! É um milagre sincrético, que abrange música, plástica, capoeira, misticismo, religião. Sincretismo puro transformado em poesia pura. Você a cada dia se supera e vai jorrando sua poesia interna, formada de mágicos elementos, do amor ao místico, da flor ao coração, da seca ao açude, do coração ao infinito. Sei lá, coisas lindas e arrepiantes. Esse Nego Dé é 10!

gilberto cardoso disse...

Menina, vc escreve excessivamente bem. Sua poesia toca-me. As coisas que vc diz são deliciosas, são música para a alma. Esse poema é lindíssimo. Nota dez!

GILBERTO_KARDOSO@HOTMAIL.COM

tata disse...

miga, aki é a Renata do Primo ferreira... coisa linda esse blog..esteve em santa rita do sapucai? eu nasci la pertin em itajubá... axo lindo la...
bejos