domingo, junho 05, 2011

Um desejo


Moça com livro, de José Ferraz de Almeida Júnior (sem data).

Não tenho a menor de ideia de como ou quando irei fazê-lo, mas o desejo de me inscrever num curso de História da Arte cresce a cada dia. Ontem ele se tornou ainda mais agudo, uma vez que fomos à Pinacoteca conferir a exposição comentadíssima (que infelizmente termina hoje) da artista portuguesa Paula Rego. Uma experiência impressionante, forte, inesquecível.

E como sempre acontece quando vamos às exposições realizadas ali, na saída demos uma passadinha na irresistível lojinha do Museu. Além de comprar o catálogo das obras em exposição permanente (pelo qual paguei a bagatela de dois reais), também adquiri um exemplar do livro Almeida Júnior - Um criador de imaginários, contendo cronologia e detalhes da vida e obra do renomado pintor brasileiro. Comecei a ler nesta madrugada e já me dei conta de que foram os 15 reais mais bem investidos dos últimos tempos.

Diferentemente de Paula Rego, cujo estilo é de viés contemporâneo, sempre abordando temáticas absolutamente perturbadoras, Almeida Júnior, nascido no século XIX, segue a linha clássica, com destaque para sua indescritível habilidade para utilizar o jogo de contrastes entre luz e sombra. Gosto de tudo, mas não escondo meu carinho especial pelas telas que se debruçam sobre o tema da leitura, como a que escolhi para ilustrar este post, e também pela lindíssima Saudade. Para saber mais sobre o pintor e seus quadros, basta clicar aqui.

2 comentários:

Leonardo B. disse...

Tão gratificante a sua intenção de estudar História da Arte e desejo plenos sucessos...

Quanto à Paula Rego, poderá ver em alta definição a grande parte da obra da artista em http://www.casadashistoriaspaularego.com/pt/ ... que vale uma prolongada visita!

Imenso Abraço,

Leonardo B.

poesia potiguar disse...

Oi, Leonardo!

Obrigada pela visita, pelas palavras e pela ótima dica de passeio pelas obras da Paula Rego!

Grande abraço e muito sucesso pra você também!