domingo, maio 10, 2009

Traições e tentações


Essa foto, intitulada "Rei dos reis", tirei lá no Cemitério de Santa Rita do Sapucaí. Achei perfeita pra ilustrar esse post.

Ando traindo a escrita com dúzias de imagens e, vitimada por séculos de cultura judaico-cristã, que me precedem a despeito de eu desejar esse peso em minhas costas, sinto-me culpada. Mas, ao mesmo tempo em que carrego a culpa, lembro de uma frase safadinha do ótimo Oscar Wilde, impressa em uma de minhas agendas de juventude. A danada dizia assim: “Eu resisto a tudo, menos às tentações”. HAHA. Não é redentora essa frase? Não parece que ela nos diz "Segura na minha mão, e vai?". Eu fui. E tô achando ótimo (mesmo com a culpa a tiracolo).

A verdade é que estou num processo cansativo de transcrição de entrevistas para a biografia que estou escrevendo e, quando me dou conta, minha energia pra escrever poemas ou crônicas foi pra casa do chapéu. Daí eu paro tudo e vou bisbilhotar sites de fotografia. Fico horas babando, quase que literalmente, em álbuns de fotógrafos profissionais ou amadores, muitos deles maravilhosos, que tenho achado lá no Flickr.

Cada vez mais, vou descobrindo um novo mundo de possibilidades e um prazer renovador nessa mania de sair por aí fotografando. Como eu já disse aqui antes, a fotografia é um hobby recente e, como tal, tem a capacidade de trazer aquele frescor adolescente para meus dias já tão balzaquianos. E, vamos combinar que é delicioso sentir aromas juvenis sob o nariz da gente, né, não? Eu tava precisando. Muito.

4 comentários:

Rosângela disse...

Querida Gô,
Como há muito não visitava esta sua casa, li todos os textos que estavam na página. Que fotos lindas! Admiro essa sua capacidade de fazer tantas coisas ao mesmo tempo. E de escrever sobre as dificuldades e as idiossincrasias do seu ofício. No mês passado, ao escrever meu penúltimo trabalho da pós - o último será a monografia, a ser entregue no fim do ano - lembrei-me de você, e falei sobre você no meu trabalho.
Estou com saudade.
Um superbeijo,

poesia potiguar disse...

Rô,minha querida!

Precisamos nos ver mais!! Também estou com saudade! Fiquei feliz por saber que sua pós já está na reta final, meu Deus!
Tenho certeza de que você vai finalizar tudo com o brilhantismo de sempre! Quero saber mais sobre seus trabalhos no nosso próximo almoço. Será que demora?

beijos!

Anônimo disse...

Que beleza de foto !
Deixemos de lado a beleza : que foto cheia de significados. È olhar e perceber que aí tem esfinge.

Pores-de-sol, cachoeiras, borboletas, texturas, luzes, sombras - as máquinas de hoje fazem o diabo, mas é preciso o humano pra buscar a imagem de deus num cemitério e nos socar o estômago da sensibilidade.

Parabéns.

W.F

wcastanheira disse...

Está lindão seu blog, suas mensagens cativam-me, também escrevo meus devaneios. Quer me fazer um carinho e seguir-me, adoraria ter vc como um a ótima companhia, um bjo de PAZZZ