quinta-feira, abril 03, 2008

Lançamento do livro: São Paulo Minha Cidade.com

(A linda capa do livro... De autoria de Luciana Jabour)





(A deslumbrante imagem - captada ontem - da Torre da Estação da Luz, na Praça Júlio Prestes, local do evento de lançamento do livro)



(Ao lado do meu bem, meu "Mau", no coquetel que precedeu o show musical do lançamento)





(A Sala São Paulo lotada, pouco antes do início do show musical)




(Junto com meus dois amores, no lançamento do livro São Paulo Minha Cidade.com)


(Telão da Sala São Paulo, retratando a imagem presente na capa do livro)


O lançamento do livro São Paulo Minha Cidade.com – Mais de mil memórias, coletânea da qual tenho a honra de fazer parte com os poemas “São Paulo Poesia” – escolhido para compor o verso da primeira capa do livro (que alegria!!!) – e “Paixão na Paulista”, que fecha o capítulo “Cidade dos Amores”, aconteceu ontem, dia 02 de abril, na Sala São Paulo, Praça Júlio Prestes. A obra é publicada pela prefeitura da cidade, em parceria com a empresa São Paulo Turismo. Com apresentação do jornalista Chico Pinheiro, o evento contou com a participação da Banda Sinfônica Jovem do Estado, além de artistas como Jair Rodrigues, Pery Ribeiro, Claudya, Fabiana Cozza, Rappin Hood, Quinteto em Branco e Preto e Alex Cohen.
A surpresa da noite ficou por conta de Bruna Lombardi, autora do roteiro e atriz principal do longa de ficção Signo da cidade, dirigido por Carlos Alberto Riccelli. Linda – só pra variar –, a loira surgiu em meio ao público do evento declarando seu amor à cidade e, em seguida, lendo um trecho do livro para a platéia.
Concebida como uma grande homenagem a maior metrópole do País, a obra é composta por mais de mil textos que se dividem entre crônicas, contos, poemas, histórias e lembranças que abrangem um período que vai desde o século passado até os dias atuais. Ao todo, 312 autores foram selecionados para participar do livro – em sua maioria moradores e ex-moradores da cidade, brasileiros ou estrangeiros, dos mais diversos estilos, faixas etárias e regiões da capital paulista. Juntos, eles contribuíram, nos últimos três anos, com 1.500 histórias, além de mais de cinco mil comentários sobre diversos temas no site http://www.saopaulominhacidade.com.br/, desenvolvido pela São Paulo Turismo.
A obra é, sem dúvida, um valioso registro sobre a cidade, uma vez que contém, além dos textos e fotos que preenchem suas 360 páginas, um CD com memórias musicais preciosas coordenadas pelo jornalista Assis Ângelo. Sem fins comerciais, o livro será distribuído para bibliotecas públicas do município, parceiros e órgãos da prefeitura. Além disso, todo o seu conteúdo está disponibilizado para download no site São Paulo Minha Cidade (cujo endereço está logo acima).
Minha única tristeza foi não poder levar os amigos... É que o evento foi restrito aos autores – cada um podia levar apenas um acompanhante –, convidados da Prefeitura e da São Paulo Turismo... Por sorte, meu bem meu "Mau" foi um dos convidados da São Paulo Turismo e, assim, também ele tinha direito a um acompanhante. Na equação final, escolhemos – claro! – levar nossos filhos e foi ótimo estarmos todos juntos em ocasião tão especial.
Abaixo, você tem acesso aos links das páginas deste blog onde poderá encontrar meus dois poemas presentes no livro, e que já foram publicados por aqui há tempos.

Dá uma passada lá:



São Paulo Poesia: http://poesia-potiguar.blogspot.com/2006_10_01_archive.html


Paixão na paulista: http://poesia-potiguar.blogspot.com/2007_04_01_archive.html


4 comentários:

César Quadros disse...

Parabéns, já és história, São Paulo, minha cidade, agradece a tradução!!!

Zilmara Dahn disse...

Poderoooooooooosaaaaaaaaaa!!!!


E como eu havia comentado, esse é só mais um dos inúmeros motivos que vc tem para se achar a tal. Mas, como uma Sofisticated Lady, não o faz.

Enquanto outras, escrevem um "Batatinha quando nasce", já almejando um Jabuti.

Ô dó...

Parabéns! Sempre! Você merece!

Em homenagem àquele que acordava cedo,cortando a neblina em direção à fábrica, e nem sonhava com isso tudo.

"Vambora, vambora, tá na hora, vambora,vambora"

Sem saber, São Paulo foi o presente que ele nos deixou.

Bjooooooooooooooooooooooooooo

Love youuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

poesia potiguar disse...

César, querido mestre!

Obrigada, uma vez mais por se fazer presente nessa minha "história"!!

Já você, irmãzinha "Chilli Peper", sempre me fazendo chorar com seus comentários. Acredito verdadeiramente que "Ele" estava lá ouvindo o Pery cantar, com certeza!!!

beijos!

Uilson disse...

Me orgulho cada vez dessa "afilhada" danadinha. Parabéns!

O comentário de Zilmara me deixou muito emocionado.

Abraços.